Melo e Kubot são vice-campeões do Finals em Londres e encerram temporada de muitas conquistas

  por    0   0

Na final deste domingo (19), na O2 Arena, foram derrotados pelo finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, partida que reuniu as duas melhores parcerias de 2017. Dupla termina o ano como número 1 do mundo e Melo como líder do ranking individual, com seis títulos conquistados

São Paulo (SP) – O mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot são vice-campeões do ATP Finals, torneio que reuniu esta semana as oito melhores parcerias de 2017 em Londres, na Inglaterra, no encerramento de uma temporada de muitas conquistas importantes e inéditas para a dupla. Cabeças de chave número 1 e melhor parceria do ano, Melo e Kubot foram derrotados, na quadra central da O2 Arena, pelo finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers – cabeças 2 e vencedores em 2016 -, por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/2, em 1h10min.

Mas, Melo e Kubot tem muito a comemorar na primeira temporada juntos: seis títulos, entre os quais o inédito, em Wimbledon, 10 finais, a liderança no ranking de duplas e, agora, o vice no Finals. Além disso, pelo segunda vez, Melo encerra o ano como primeiro colocado no ranking mundial individual de duplas, repetindo 2015. Foi o seu segundo vice-campeonato no Finals – finalista também em 2014, com o então parceiro Ivan Dodig, contra os irmãos Bob e Mike Bryan.

“Eles jogaram realmente muito bem. Tentamos fazer coisas diferentes. Jogamos até melhor que na final de Xangai, mas estavam muito sólidos, em todos os aspectos, especialmente nas devoluções. Conseguiram as quebras logo no início. Temos a consciência tranquila que buscamos fazer o melhor. Trocamos as estratégias de jogo. Tentamos fazer várias opções, mas não teve como e isso faz parte. Então precisamos seguir. É até um motivo a mais para seguir trabalhando e treinando para estar em constante evolução e fazer um ano contra eles melhor ainda em 2018”, afirmou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

“Encerramos uma temporada extremamente positiva e precisamos ter a cabeça tranquila de saber que fizemos de tudo para conseguir a vitória, mas eles realmente jogaram melhor, não tivemos muito o que fazer. Isso acontece no circuito, com os outros times também. Mas foi mais um belo torneio e seguimos agora para um pouco de descanso”, completou.

A decisão deste domingo reuniu as duas melhores duplas da temporada e os principais cabeças de chave do Finals. Kontinen e Peers estiveram em um dia muito inspirado, em que tudo deu certo, para conquistar o segundo título consecutivo, sem dar chances de reação a Melo e Kubot. O primeiro set foi equilibrado até 2/2, quando Kontinen e Peers conseguiram a quebra e mantiveram o controle do jogo para fechar em 6/4.

Veio o segundo set e os adversários quebraram logo no primeiro game. Melo e Kubot tiveram uma das poucas oportunidades de equilibrar no quarto game, para devolver o break e empatar em 2/2. Mas, Kontinen e Peers reagiram, quebraram mais uma vez, na sequência, para depois vencer por 6/2.

Liderança nos rankings – Após a vitória na estreia do ATP Finals, na segunda-feira (13), diante do croata Ivan Dodig e do espanhol Marcel Granollers, Melo e Kubot foram confirmados como dupla número 1 do mundo da temporada 2017. Além disso, Melo garantiu, também, a liderança no ranking mundial individual de duplas. Kubot ocupa a segunda colocação. É a segunda vez que encerra o ano como líder no individual – a primeira foi em 2015, jogando com Ivan Dodig.

Números da temporada, seis títulos e 51 vitórias – O mineiro Marcelo Melo, 34 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 35 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Em 2017, a dupla Melo e Kubot disputou 24 torneios, conquistou seis títulos, venceu 51 jogos, com apenas 18 derrotas. Entre essas vitórias está a 400ª da carreira do brasileiro, obtida na estreia em Roland Garros. Melo já ocupou outras três vezes o primeiro lugar no ranking mundial individual de duplas – em 2015, 2016 e 2017.

Recordista brasileiro em número de títulos: Marcelo Melo é o brasileiro com maior número de títulos: 28, sendo oito Masters 1000.

Principais conquistas na carreira: o primeiro título em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam – Roland Garros 2015 e Wimbledon 2017 -, além de um vice em Londres (2013) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Paris chegou ao oitavo, depois de ganhar Shangai (2013 e 2015), Paris (2015), Toronto (2016), Cincinnati (2016) e Miami e Madri (2017).

Principais resultados em 2017 (24 torneios):

6 títulos: (conquistados em três pisos diferentes):
Grand Slam – Wimbledon, Londres (Inglaterra), grama 
Masters 1000 – Paris (França), rápida; Madri (Espanha), saibro; e Miami (EUA), rápida 
ATP 500 – Halle (Alemanha), grama 
ATP 250 – ‘s’Hertogenbosch (Holanda), grama 

4 vice-campeonatos:
ATP Finals – rápida
Masters 1000 – Shanghai (China), rápida; Indian Wells (EUA), rápida  
ATP 500 – Washington(EUA), rápida 


Publicações Relacionadas

Chung vence Djokovic e faz história em Melbourne

Hyeon Chung (KOR) by Elizabeth Bai/Tennis Australia Melbourne/Austrália – O sul-coreano Hyeon Chung, 58º do mundo, 21 anos, venceu na manhã desta segunda-feira (Brasília), o sérvio Novak Djokovic e conquistou uma inédita vaga para as quartas de finais do Aberto da Austrália, primeiro evento de Grand Slam da temporada.

LEIA MAIS →

Federer vence Fucsovic e encara Berdych nas quartas em Melbourne

Roger Federer (SUI) by Tennis Australia Melbourne/Austrália – O suíço Roger Federer, 2º do mundo, e atual campeão do Aberto da Austrália, e que pela primeira vez nesta edição da competição atuou no período vespertino, venceu o húngaro Marton Fucsovic, 80º, e avançou as quartas de finais.

LEIA MAIS →

Federer e Djokovic tentam vaga nas quartas em Melbourne

Suíço atua na madrugada (Brasília), já o sérvio estará em ação as 6h00min desta segunda-feira Melbourne/Austrália – O suíço Roger Federer, pela primeira vez nesta edição do AUS Open vai atuar na rodada diurna em Melbourne. Federer vai enfrentar na terceira partida programada para a Rod Laver Arena, o surpreendente húngaro Marton Fucsovics.

LEIA MAIS →

Melo e Kubot vencem dupla australiana e avançam no Australian Open

Cabeças de chave número 1 em Melbourne, eles garantiram vaga na terceira rodada ao derrotar Max Purcell e Luke Saville. Próximos adversários serão o norte-americano Rajeev Ram e o indiano Divij Sharan

LEIA MAIS →

Faça sua reserva pelo WhatsApp

São Paulo/SP – Você cliente da Academia Paulistana de Tênis, agora pode fazer sua reserva de horário/locação através do WhatsApp. Cadastre nosso número 55 11 985450076 mande uma mensagem que retornaremos!  

LEIA MAIS →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo