Traído pelos nervos, Cilic vai aos prantos durante a partida

  por    0   0

Marin Cilic (CRO) chora durante o duelo com o suíço Roger Federer

Londres/Inglaterra – Todo tenista sabe o que sente antes de uma partida decisiva, imaginem se esta decisão é no templo do tênis, e o seu adversário é simplesmente Roger Federer, maior ganhador de eventos de Grand Slam, recordista em inúmeras pesquisas, querido do público não importa aonde esteja, a quem você enfrentará na quadra central de Wimbledon.

Todas estas alternativas devem ter passado na cabeça de Cilic, desde que o suíço garantiu vaga na decisão. Depois da euforia da classificação, o croata teve que responder a inúmeras perguntas de jornalistas, fãs, mas com certeza a maior das cobranças estavam justamente na sua cabeça.

A emoção, a euforia de uma vitória e o medo de uma derrota, são as companheiras de um atleta na noite que antecede uma decisão. Um bom competidor, consegue capitalizar todos estes sentimentos a seu favor, mesmo com dúvidas, ele testa a sua capacidade na hora que o arbitro diz: Time!

Mas não podemos esquecer que dentro de cada atleta, existe um Ser humano, com medos, receios, duvidas, e porque não dizer problemas a resolver.

Traído pelos nervos, o croata Marin Cilic chorou copiosamente logo no início do segundo set, no duelo com o suíço Roger Federer na decisão de Wimbledon.

Toda a equipe do croata, depois os presentes no estádio que viram a cena nos telões, e os telespectadores do mundo que estava ligados no jogo, viram a cena. Cilic solicitou ajuda do fisioterapeuta, na primeira, ouviu que o assunto não tinha como ser resolvido, já que estava com um problema de ordem emocional. Ele continuou na partida, e no intervalo, solicitou novamente ajuda, desta vez, para uma dor física que o incomodava, foi feito um curativo no pé, ele voltou a quadra.

O ex-tenista Boris Becker, que está comentando o jogo para um rede de televisão, descreveu o que o croata sentia naquele momento:  “É isto que esta quadra (a central) faz a você. Não há lugar para se esconder. Todos no mundo e na Croácia estão vendo-o e ele sabe disso. “Eu espero que ele se recupere disso”.

Luiz Fernandes


Publicações Relacionadas

Pela rede social, Djokovic avisa fãs que não joga mais em 2017

Foto: AELTC/Joel MarklundMonte Carlo/Mônaco – O sérvio Novak Djokovic fez uma transmissão ao vivo, nesta quarta através da rede social que não jogará mais em 2017. “Estou querendo curar meu corpo e recuperar meu jogo”, disse o sérvio que atualmente ocupa o 4º posto no ranking da ATP.

LEIA MAIS →

Monteiro vence Dolgopolov na estreia em Gstaad

Foto: SkiStar Swedish Open / Linda CarlssonThiago Monteiro (BRA) by SkiStar Swedish Open / Linda Carlsson Gstaad/Suíça – O brasileiro Thiago Monteiro conquistou nesta terça-feira uma vitória maiúscula no ATP 250 de Gstaad.

LEIA MAIS →

Ferrer quebra jejum e conquista o ATP de Bastad

Foto: ReutersDavid Ferrer (ESP) Bastad/Suécia – O espanhol David Ferrer quebrou neste domingo um longo jejum de títulos, desde outubro de 2015, quando venceu o norte-americano Steve Johnson de virada no ATP de Viena, o atual 46º do mundo não chegava sequer a uma decisão.

LEIA MAIS →

US Open e ATP Finals são as novas metas de Marcelo Melo

Foto: Marcelo PereiraMarcelo Melo (BRA) by Marcelo Pereira / Divulgação Ele volta às quadras no final deste mês, para quatro torneios em quadra rápida, entre os quais o US Open, quarto Grand Slam do ano. Novo número um do mundo, não esconde a emoção com a inédita conquista em Wimbledon, seu grande sonho

LEIA MAIS →

E Federer se reinventou

Foto: AELTCRoger Federer (SUI) by AELTC Depois de ficar seis meses afastado do circuito, depois de uma cirurgia no joelho, e depois fortalecendo a parte física, o suíço Roger Federer voltou ao circuito e de forma surpreendente conquistou o título do Aberto da Austrália.

LEIA MAIS →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo